Publicidade

terça-feira, 16 de julho de 2013 Ativismo, Livros | 20:08

Marcados pelo Triângulo Rosa: Novo livro fala sobre comunidade LGBT alemã antes do nazismo

Compartilhe: Twitter

Livro conta que Thomas Mann e Albert Einstein eram ativistas LGBT na Alemanha pré-regime nazista

“Branded by the Pink Triangle” (“Marcados pelo Triângulo Rosa”) é o mais novo livro do autor canadense Ken Setterington, lançado no primeiro semestre deste ano. Ele, que se define como “metade judeu”, foi buscar histórias da Alemanha pré-regime nazista e conta ao leitor que até cerca de 1920, o país germânico, especialmente Berlim, era um dos lugares mais tolerantes do mundo para ser homossexual.

Setterington inclusive destaca dois ativistas daquele tempo: o romancista Thomas Mann (casado com Kafka) e o físico judeu-alemão Albert Einstein (que era hétero), como figuras importantes na luta pelos direitos LGBT’s e defendiam o banimento de lei contra a homossexualidade. Cenário que mudou drasticamente com a chegada dos nazistas ao poder e a prisão e execução de judeus, ciganos e homossexuais.

Para quem pensa que a bandeira do arco-íris sempre foi o único símbolo da comunidade LGBT, o livro é leitura interessante para entender o nascimento do triângulo rosa, que era costurado nos uniformes para identificar quem era homossexual nos campos de concentração.

“Branded by the Pink Triangle” não tem edição em português e pode ser facilmente encontrado na versão original em inglês nas livrarias on-line.

PARA ENTENDER MAIS SOBRE O ASSUNTO
Assista “Bent”, peça de teatro aclamadérrima, que virou filme com Mick Jagger fazendo papel de drag nazi descendo de um balanço. É claro que é muito mais do que isso! Trata-se da história de amor entre dois prisioneiros homossexuais em um campo de concentração, bem resumidamente falando. Tem que ver!

E veja também ativista russo sendo preso vestindo o triângulo rosa com a bandeira do arco-íris na mão clicando aqui.

Vestindo o triângulo rosa e com a bandeira do arco-íris na mão, ativista LGBT é preso em tentativa de Gay Pride em São Petersburgo, Rússia Foto: Reprodução

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.